info@oficinazero.com

No tapete

“Alguma coisa nos acontece, nos chega pelo lado de baixo, por baixo, chegando àquilo que chamamos o debaixo da arte, isto é, algo acontece ao suporte da obra, à sua substância, ao seu subjétil. (Derrida, 2012, p.281)


O tapete é um rizoma, sem centro ou estrutura, um espaço "entre" que se polariza e activa, através de uma acção promotora de transformação, para lançar esse espaço para fora, criando uma relação dinâmica entre conexões e reconexões. Do entrelaçar dos fios se faz teia, das formas imagens, das cores intenções, das tramas nós. O tapete demarca um espaço, dentro e fora dele, onde tudo se tece sem pressão de ser produto. 

Estas conversas performáticas, constituem, cada uma delas, um contributo para o entendimento das práticas artísticas, dos seus interstícios, dos seus debaixos, e também, a aproximação da realidade de trabalho dos artistas no seu mundo com a comunidade artística.

Tirar o tapete ao artista e desvendar as suas questões e procuras, sonhos e realidades que vivem e existem no acumular de pesquisas.

Horácio Macuacua | 09-05-2024  |  Leftovers | 23-05-2024  |  Akira Yoshida | 13-06-2024  |  Rui Lima & Sérgio Martins | 20-06-2024  |  Sara Santervás | 18-07-2024  |  Vittoria di Ferrari | 01-08-2024


Teatro Municipal de Matosinhois Constantino Nery


19h

The LEFTOVERS is a dance collective of seven performers from different nationalities and artistic backgrounds . Thalia Agapaki, Mia Brandão, Leonardo Gaipa, Tabea Sandmann, Antón Yanguas, Kosma Bresson and Alvin Yong all met in Porto during the Oficina Zero- intensive dance program. A strong artistic and human bond came to life from this encounter and is now growing in the Porto performing scene. Following their debut with “A Song on Repeat” and initiating MUO Open Stage, they are now going to dance together again in the frame of No Tapete. 

No Tapete com os Leftovers

23-05-2024

Teatro Municipal de Matosinhois Constantino Nery

19h

How to make a  dance cake from

LEFTOVERS


Ingredients:

Take seven performers from around the globe

 each one from a different country

(1 greek, 1 french, 1 portuguese, 1 malasyan, 1 italian, 1 german, 1 galician)

each one with a different back ground

(from IT to psycology 

from philosophy to circus)


Preparation:

Blend them together in an intensive dance program

(Oficina Zero)

for 9 months


Marinate:

After they finish the program, 

let them marinate for 3 months in the cultural diversity of Porto.

Eventually

they will come together in a dance collective:

The Leftovers


Roast:

Let them create their first dance piece

(A song on Repeat)

Let them initiate an open stage

(MUO)


Serving:

Add spices

Fold them in a carpet

And serve them to the audience

 in a new fresh creation in the frame of No Tapete


Final Touch:

The Leftovers  is more than just a performance group or a tasty cake:

 it's a celebration of creativity and community.

 

Come and taste it yourself!